terça-feira, 14 de outubro de 2008

Você permite?


Não fui eu quem disse. Repito, não fui eu.


“O Brasil é o terceiro país mais consumista do mundo”.


Estas palavras saíram da boca da invejável Ana Hickmann... em um dos comerciais que patrocina seu programa na Rede Record.
Uma bela arcada exibida entre lábios de canto a canto. Não sei se ela estava realmente feliz ou a expressão fazia parte do marketing da marca.

Pára tudo! O que há de bom em reconhecer a grande evolução do Brasil em fazer parte desse ranking mundial?

Bem que eu poderia estar comemorando o Dia das Crianças com um texto cheio de saudosismos, recordações infantis ou ainda comparando como são as crianças de hoje em dia.
Guardo ótimas lembranças da minha recente infância, mas, ela já passou.
Penso nas inúmeras infâncias que virão. Não sou tão egoísta.

“Em 2020, uma em cada quatro crianças será subnutrida”.

Essa frase eu não vi estampada em nenhum veículo de comunicação. Tenho a “leve” impressão de que a mídia, muitas vezes, prefere “esquecer” essa verdade.
Mas garanto, ela caminha para ser um fato.

Até pouco tempo eu me achava contraditória. Mas.. agora vejo que não estou só.
Um dos países mais consumistas é o mesmo que abrigará um índice de desnutrição estarrecedor.
E o que isto afetará minha vida?
Ah, espero que em 2020 eu já tenha alguém para me chamar de mãe. Muito provavelmente, ela(e) não fará parte dessa parcela faminta, mas alguém pagará o pato. Alguém pagará pelo pato sem poder comê-lo.
Enquanto você faz planos de dar uma boa escola, uma educação de qualidade e um eficiente plano de saúde para o seu filho, alguém costura alguns retalhos para esboçar uma boneca de pano, sutilmente feliz.

Meu intuito não é o apelo. Não pretendo que você dê tudo o que tem e viva sem nenhum apego material. Não sou tão utópica.
Eu também tenho os meus apegos.
O que coloco em questão é: como consumismo e miséria convivem?
É, acho que não convivem.

No “meu tempo” criança se sujava. Brincava de roda, passa anel e adedonha.
Na “minha época”, criança, mesmo que contra a vontade, dividia brinquedo. Orava pela criança que tava lá do outro lado do planeta. Dividia o pirulito, mesmo que uma lambida só.

Nesse tempo não sei de quem, as crianças têm os melhores celulares, os mais ágeis computadores, as mais belas roupas.
Nesse tempo não sei de quem, outras crianças passam as horas contando quantos ossos aparecem em seus corpos, tão evidentes quanto à falta de comida no armário de casa.

Nesse nosso (meu e seu) tempo, consumo e pobreza não dão as mãos.
Nesse nosso tempo, quem ainda se permite andar de mãos dadas??

11 comentários:

Tarcisio Oliveira disse...

'Nesse nosso tempo, quem ainda se permite andar de mãos dadas??'

fechou com chave de ouro. parabéns!
essa foi impactou até quem não leu!

Rodrigo Aurélio disse...

é verdade, longe de um ambiente agradavel pra todos, quem sabe um dia isso mude!
;/

até lá... só sonhando mesmo!


Ahh e a música é trilha!? televisão? vejo muiiiito pouco, 2 minutos por dia, no horario de almoço.

sou um apaixonado por bossa, e pela vida :P

vc sempre sábia, como sempre!

:*

Naíza disse...

Menina, q coisa q deu certo com teu programa, ein?

Mas eu não vi essa propaganda. Incrível! Não sabia q estavam promovendo o consumismo assim à claras, com todas as letras!

[oe, Naíza atualizando o blog. Milagre!]

Pois é... como diria Tarcisio: impactou até quem não leu!

^^

Naíza disse...

oxe, nem lembrava mais q tu tava lendo A Flor da Inglaterra. :X

Coral Samuel Falcão disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Coral Samuel Falcão disse...

"Se está ao nosso alcance fazer algo para mudar o que não concordamos, mas não o fazemos, perdemos toda a autoridade para reclamar do que está errado!"

Sinceramente, tenho 'medo' do mundo onde meus filhos serão criados.
CONSUMISMO vs ESCASSÊS é apenas uma das disparidades absurdas q somos levados a conviver com tanta naturalidade e até indiferença...
Precisamos ajudar a mudar isso, pelo menos o que está ao nosso alcance...

Deus te abençoe muito,Dani!
Considero-te uma grande amiga!!!

OnNze disse...

VOLTEI! apareci. o/
a vida tava corrida e não tava dano pra vir por aqui..
mas voltei, e aparecerei sempre que der.

saudade, irmã.

amo você.

Danielle disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Karoline disse...

Pois é!! Mas vc sabe o que penso sobre isso...plantamos o que colhemos!! Devemos educar as crianças a dividir, compartilhar, a ver as coisas boas da simplicidade, mas o que se vê é pais cada vez menos preparados a educar crianças, pais que acreditam que livros de auto-ajuda são algum manual p/educar bem...bobagem!! Infelizmente, não posso dizer se vou fazer diferente, quem garante que será diferente qndo chegar a nossa vez de educar filhos?? Quem garante se a teoria posta em palavras no comentário sairá daqui e será praticada?? Muitas vezes teoria e prática tbm não andam de mãos dadas.

PARABÉNS!!!=D LOV YA

Karoline disse...

Entendi como se faz...XDDDD

mudou umas coisas.

xerooo

Rogeano Sousa disse...

Dani, Dani, Dani... Parabéns pelo texto, minina... Vc é definitivamente minha escritora predileta... Abraços, Dani!!